Estudantes potiguares ajustam últimos detalhes de robôs para evento no IFRN

27/08/2019


 
A menos de uma semana para etapa regional 2019 da Olímpiada Brasileira de Robótica (OBR), estudantes potiguares fazem os ajustes finais dos robôs que percorrerão os trajetos da disputa. A competição pretende movimentar a capital potiguar no próximo sábado (31) e domingo (01º), nas quadras do campus Natal-Central do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN). Rio Grande do Norte, Ceará e São Paulo são os estados com o maior número de inscritos nesta etapa.
 
Para garantir sucesso na competição, os 20 times do Complexo Tecnológico Roboeduc intensificaram os treinos nestes dias que precedem a OBR. “Estamos treinando todos os dias até o fim de semana, com equipes de manhã e à tarde. Esta prova é muito importante, pois gira em torno de um trabalho em grupo. Eles entendem que é necessária a ajuda do seu colega de time e a importância da partilha dos conhecimentos”, destacou a treinadora Camilly Martins, que há três anos participa do treinamento dos alunos para a Olimpíada.
 
Prova
 
Para competir, os estudantes são divididos nos níveis: 0, 1 e 2. O nível 0 é voltado para os alunos do 1° ao 3° ano do Ensino Fundamental; o nível 1, para os estudantes do 1° ao 8° ano; e o nível 3, para alunos do 8° ano do fundamental até o último ano do Ensino Médio ou Técnico. Este ano, a Roboeduc conta com equipes de todos os níveis.
 
Além do desenvolvimento e da programação, o robô deve cumprir algumas metas, como: seguir o trajeto da linha, desviar dos obstáculos e resgatar uma vítima. Isso porque, a OBR é uma competição baseada em uma situação de perigo. Por essa razão, um dos desafios é que o robô desenvolvido resgate uma vítima, representada na forma de um objeto.