Sinmed critica Prefeitura de Extremoz.por não pagar médicos do município

26/08/2019


 
Os médicos do Hospital e Maternidade Presidente Café Filho, localizado em Extremoz reduziram parcialmente os atendimentos devido aos atrasos de seus salários que não foram pagos pela Prefeitura de Extremoz.
 
Em uma nota enviada a Secretaria de Saúde do Município o SINMED (Sindicado dos Médicos do Estado do Rio Grande) informou sobre a redução total ou parcial dos atendimentos devido ao não pagamento das bolsas dos médicos.
 
Ainda na nota datada em 22 de agosto de 2018, quinta-feira, o Sindicato informou que a redução aconteceria após 48 horas. Já nesse sábado (24) o Portal Extremoz recebeu informações de vários moradores que precisaram de atendimento que os médicos estavam atendendo apenas casos de emergência.
 
O Sindicato dos Médicos do RN também solicitou que fosse realizada uma audiência em caráter de urgência, na tentativa de sanar o problema. O Hospital e Maternidade Presidente Café Filho é o único hospital da cidade.
 

Fonte: Portal Extremoz