Empresa chinesa confirma interesse em ampliar investimentos no RN

06/08/2019

Por: Redação PN
Foto: Divulgação
Nesta segunda-feira (5) a diretoria da empresa chinesa General Nuclear Power Corporation (CGN) confirmou à governadora Fátima Bezerra o interesse em ampliar investimentos na produção de energia eólica e solar no Rio Grande do Norte.
 
A informação partiu do presidente Zhang Qi Bo, em reunião na governadoria, acompanhado do vice-presidente Dai Hanggang, do gerente de negócios e desenvolvimento Ronan Chung, e do diretor de negócios e desenvolvimento Huan Yuxing.
 
Na reunião, ficou definido que será elaborado um termo de compromisso entre a CGN e o Governo do Estado especificando o que será realizado por cada parte.
 
A presença da CGN é resultado da visita da cônsul geral da China no Brasil, Yan Yuquing, realizada no início de julho.
 
“Nosso desejo e expectativa é que o Rio Grande do Norte possa fazer grandes parcerias com a China", declarou a governadora Fátima Bezerra. "O que cabe à administração para fortalecer investimentos já existentes e atrair novos negócios está sendo feito com agilidade e com segurança jurídica”, afirmou.
 
A CGN adquiriu este ano dois campos de produção de energia eólica no RN, nos municípios de João Câmara e Parazinho, implantados pela Atlantic Energias Renováveis, empresa com atuação também no Piauí, Bahia e Rio Grande do Sul, incorporada pelos chineses no dia 30 de julho.
 
“O Rio Grande do Norte é estratégico para nós”, explicou o presidente da Atlantic, José Roberto Morais. Segundo ele, a empresa já possui três novos projetos para localização nos municípios de Santana do Matos, Rio do Fogo e Pedro Avelino, com previsão total de 600 megawatts.
 
O Governo também ofereceu incentivos para instalação da indústria de equipamentos para a produção de energia limpa e participação no futuro Parque Científico e Tecnológico do RN.
 
“Temos várias opções para investimentos e incentivos para pesquisa e desenvolvimento de tecnologia com excelentes vantagens fiscais, que podem chegar a 95% de isenção do ICMS e cessão de áreas físicas para instalação”, informou o secretário de desenvolvimento econômico Jaime Calado.
 
A governadora Fátima Bezerra esteve acompanhada do vice-governador Antenor Roberto, dos secretários de infraestrutura, Gustavo Coelho, presidente da Potigás, Larissa Gentille, diretor do Idema, Leonlene Souza e do senador Jean Paul Prates.