Lenine Pinto, o descobridor do RN

26/06/2019

Por: João Marcelo Pinto Dantas
 
Lenine Pinto, um potiguar, defendeu que o Brasil foi descoberto no Rio Grande do Norte, tema que no início parecia coisa de gente sem juízo e hoje há diversos pesquisadores que lhe seguem e autenticam sua versão dos fatos. Lenine descende de uma linhagem de jornalistas, escritores e historiógrafos, seu avô José Mariano Pinto, o Lula Capeta das páginas de "A Republica", jornalista, diretor do jornal, diretor do Natal Clube, grande incentivador cultural da Natal do início do século passado. Seus tios personagens de grande importância na cultura local, como Lauro Pinto que nos brindou com um dos melhores livros da historiografia potiguar “Natal que eu vi”, seu outro tio Octávio Pinto, também escritor e político em Pernambuco, já seu tio José Pinto médico e boêmio nas noites natalenses onde recepcionou o poeta pernambucano Ascenso Ferreira e por fim seu pai, Adamastor Pinto militante da ANL (aliança nacional libertadora), participante da intentona comunista de 1935 ( daí o seu nome Lenine).
 
Lenine que em sua vida profissional passou boa parte dela entre o Rio de Janeiro e Brasília e já aposentado retornou ao seu querido Rio Grande de Norte, morando um bom tempo na praia de Cotovelo onde deu vazão a sua obra e a sua teoria do descobrimento nos diversos livros que escreveu, foi um pesquisador não só da teoria do descobrimento do Brasil no Rio grande do Norte, mas também da presença americana em Natal na 2a Guerra Mundial, membro da ANRL – Academia Norte-Riograndense de Letras, ocupando a cadeira número 34.
 
Eis sua bibliografia: Natal RN (1975) reedição (2018), Os Americanos em Natal (1976) reedição (2005), Natal USA (1995) – II Guerra Mundial – A Participação do Brasil no teatro de operações do Atlântico Sul, A Reinvenção do Descobrimento (1998), Ainda a questão do descobrimento (2000) e por fim O Mando do Mar (2015), há a possibilidade de vir mais obras seu HD de pesquisas foi entregue a Abimael Silva do Sebo Vermelho.
 
Hoje a teoria do descobrimento ganha força em nosso estado com diversos trabalhos e atenção de órgãos governamentais e trade turístico do nosso estado para que haja a confirmação dessa tese trabalhada há muitos anos, com isso podemos falar que Lenine Pinto foi um dos grandes potiguares e colaborou muito para o nosso querido Rio Grande do Norte.