Mosaico de tampinhas de Fundação de Cultura pode ir para Livro dos Recordes

21/12/2018

Por: Cefas Carvalho
Foto: Redação do PN
No programa PNTV Cultura desta quinta-feira, 20, o coordenador de projetos da Fundação Parnamirim de Cultura,  Luis Carlos Freire, avaliou a programação cultural realizada por ocasião do aniversário de 60 anos de emancipação do município, dia 17 último.
 
"A Fundação realizou durante vários dias uma programação muito abrangente tanto 
no Teatro Municipal como na Praça Paz de Deus", afirmou Luis Carlos.
 
O destaque da programação foi o espetáculo "Dom Quixote em Parnamoscou", encanado por artistas e jovens parnamirinenses "que foram 99% do total", diz o coordenador.
 
Uma atração à parte do espetáculo foi o mosaico feito com 70 mil tampinhas de garrafa recolhidas e coladas por pais de alunos da Fundação para ser painel de fundo do cenário de uma das etapas do espetáculo. "Foram meses montando o mosaico que é um desenho de Dom Quixote, moinhos de ventos e Parnamirim", disse.
 
Para Luis Carlos e o presidente da Fundação, Haroldo Gomes, existe a possibilidade do mosaico com as mais de 70 mil tampinhas ser incluído no Guinesse Book of Records, o Livro dos Recordes Mundiais. "Estamos verificando e estudando essa possibilidade".
 
Luis assinalou ainda que o espetáculo ressaltou "respeito às etnias, empoderamento da mulher, diversidade, temos que aproveitar instrumentos que estão à mão para educar as pessoas".