Parnamirim: O trampolim do Progresso

22/08/2018

Por: Haroldo Pinheiro Borges
Há 43 anos chegamos a esta bela cidade, o portal do nosso futuro. Parnamirim e o mundo mudaram muito desde então, mas sempre lembramos o passado de muito esforço e suas compensações.
 
O município era Eduardo Gomes, conhecido desde a II Guerra Mundial como Trampolim da Vitória, devido a base aérea americana estabelecida aqui para confrontar a expansão do Eixo nazifascista. O capitalismo também é uma guerra contra a pobreza e a nossa batalha começou de uma maneira incomum: trocamos leite por gasolina. 
 
A Industria de Leite Natal S.A. quebrou e seus acionistas resolveram transformá-la em cooperativa.  A nossa parte no negócio era a entrega do leite pasteurizado no mercado da capital. Mário Cordeiro viu boas oportunidades nessa atividade e nos ofereceu um posto de gasolina em troca da rede de distribuição.   Em 27 de fevereiro de 1976, o Posto Pinheiro Borges vendeu o primeiro litro de combustível. A vontade de crescer abasteceu o nosso esforço e fé. 
 
A hospitalidade e a parceria dos parnamirinenses nos conquistou e essa terra  propagou as nossas raízes. Em 1978, alugamos em Natal o Posto da Patota,  primeira filial. O Posto Espacial em Paranmirim, estava a venda. Compramos o segundo dos quatro postos na BR 101 e alugamos outros três em Natal.
 
 A desregulamentação do monopólio estatal estimulou o livre mercado, liberou preços, margens de lucro e fretes em toda cadeia produtiva. Novas determinações do Conselho Nacional do Petróleo (CNP) responsabilizaram os revendedores e tivemos que reinventar o nosso negócio.   
 
Parnamirim crescia vertiginosamente. Nós identificamos esse impulso e entregamos os postos alugados em Natal. Uma portaria da Agência Nacional do Petróleo (ANP) proibiu o abastecimento nas zonas urbanas das 20,00 horas das sextas às 6,00 horas das segundas feiras.  Procuramos alternativas e a solução foi reduzir o zoneamento da cidade para não deixar os consumidores e serviços essenciais desabastecidos nos fins de semana.
 
O prefeito e os vereadores entenderam o absurdo do Município ficar com os postos fechados nos fins de semanas e um decreto lúcido permitiu que o Posto Pinheiro Borges, atendesse Parnamirim e a grande Natal.
 
Hoje o Grupo Pinheiro Borges possui cinco unidades em Paranamirim e uma em Natal, todas com lojas de conveniência, padarias, troca de óleo e atendimento bancário. Fomos pioneiros na implantação da informática, do Proálcool, GNV, diesel S 10 e S 500, energia solar em postos de gasolina e produtos ambientalmente corretos, com aproveitamento das águas da chuva.
 
Em 2016, a Ipiranga lançou uma campanha nacional para sortear 10 motos de marca Honda. Em 2017 entregamos mais de trezentos mil reais em prêmios incluindo oito das 10 motos. Seis entregues aos clientes do Posto Monte Castelo e duas aos clientes da Matriz. Isso comprova a eficiência dos nossos colaboradores.
 
Utilizamos a meritocracia como modelo gerencial.  Nossa filosofia é valorizar e promover a prata da casa, com honestidade, transparência e ética. Somos uma família. Nossos postos são Centros Automotivos, para atender o cliente nas suas necessidades. Empregamos 160 colaboradores treinados por profissionais competentes. No início do mês nos reunimos para apreciação dos resultados do mês anterior,  estabelecer metas e atualizar informações sobre a empresa e o mercado.
 
Parnamirim é a terceira cidade do estado. Tem quarenta e um postos de gasolina. Essa concorrência nos estimula a melhorar sempre. A população de 254 709 habitantes tem uma média mensal de dois salários mínimos e nós nos esforçamos muito para melhorar esse índice. Aliás, o IDH de 0,766 lidera o Desenvolvimento Humano entre os municípios potiguares. E nós contribuímos para isso com muito empenho. 
 
A Câmara Municipal de Parnamirim me concedeu o título de cidadão honorário que muito me honra e me comove pela simbologia que tem. 
 
Portanto, agora sou conterrâneo de gente alegre, hospitaleira, trabalhadora e honesta. Sou nativo por adoção do primeiro distrito industrial do estado, do maior cajueiro do mundo, do Parque de Exposições e da Festa do Boi, do Centro de Lançamento da Barreira do Inferno, das praias de Cotovelo e de Pirangi. Sobre a vocação turista, multidões chegam e partem, mas nós dos Posto Pinheiro Borges não sairemos do nosso trampolim.