Memórias de minha querida Parnamirim

04/06/2018

Por: Juraci Morreira
Aos 27 de abril de 1949, precisamente nas casas de Júlio Vela Branca, nascí para a vida nessa cidade que sempre me fascinou. Quando criança, ouví pelo rádio o Brasil SER CAMPEÃO DO MUNDO EM 1958, também tomei os meus banhos de chuva nas bicas das ruas, me deliciei muito com os banhos nas lagoas de Antonio Pontes , Açude de Dom João e Lagoa Seca na base, momentos em que saboreava os cajuítes, ameixas, guabiraba, camboim e massaranduba.
 
Assim fui crescendo e vivendo nessa terra abençoada, presenciei em 10 de janeiro de 1959 a instalação da cidade de Parnamirim assinada pelo gov. Dinarte de Mariz onde nomeou Deoclécio Marques de Lucena como prefeito da cidade e que passou menos de um ano no poder, quando Ilson Santos de Oliveira foi eleito  pelo voto popular, sendo de fato e de direito o primeiro prefeito de Parnamirim.
 
Já adolescente, adorava as famosas peladas de futebol todas as tardes nos campo das almas, da matança, carrasco, da vila, do teletipo e outros tantos que haviam espalhados pela cidade. Muitas vezes ia para a estação ver o trem e paquerar as meninas, gostava de fazer hora no fiteiro da praça aguardando o papa-fila para assistir filmes na base, ou aguardar a hora de ir para as festas no Potiguar, isso sem falar da paixão que tinha pela bela equipe do Guarany que desfilava um futebol maravilhoso pelos nossos gramados.
 
Após estudar no Ginásio Augusto Severo, fui convidado pelo saudoso Eliah e Basílio a ministrar aulas de matemática, e assim  iniciei minha vida de professor, após fazer o curso na UFRN fui contratado pelo estado e ministrava aulas de matemática no Colégio Whiston Churchill. Como professor e vice diretor do Ginásio Augusto  Severo, criamos o programa de auditório SHOW DE CALOUROS, onde o sucesso era total. Também fui primeiro suplente de vereador na eleição de 1972 com 172 votos, mas o melhor trabalho que realizei na minha cidade, foi as OLIMPÍADAS ESTUDANTÍS  TRAMPOLIM DA VITÓRIA, na gestão do saudoso prefeito Agnelo Alves, e hoje tenho orgulho de trabalhar e ver um ex aluno de desenho ser o prefeito de minha querida cidade, e diga-se de passagem um ótimo aluno.
 
Assim agradeço a Deus por tudo, e expresso a minha vontade de deitar meu último e eterno sono coberto por essa terra abençoada por Deus, minha querida Parnamirim.