Em Natal população sofre efeitos com redução da frota de ônibus

25/05/2018

Por: Da redação
Foto: O natalense

Natal contará durante toda a sexta-feira com 70% da sua frota de ônibus nas ruas. Para os passageiros que diariamente lidam com linhas lotadas principalmente em horários de pico, a redução na frota devido a paralisação dos caminhoneiros é mais um obstaculo antes do aguardado final de semana.

A decisão da prefeitura foi tomada ontem pela manhã, em reunião entre a secretária de Mobilidade Urbana (STTU) Elequicina Santos e o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do RN. De acordo com o presidente do sindicato, Antônio Cardoso, existe um risco tanto para o transporte público, aéreo e postos de gasolina de ficarem sem combustível. Ao repórter Hugo Vieira do Potiguar Notícias, a gerencia do sindicato informou que o Rio Grande do Norte tem combustível para 4 ou 5 dias. A partir daí, caso continuem as paralisações dos caminhoneiros, existe a possibilidade do estoque de diesel e gasolina acabar.
 
Foi nesse sentido que o SETURN pediu uma autorização concedida pela prefeitura, para circular com a frota de ônibus reduzida. 
 
Passageiros relatam nas redes sociais a demora nos ônibus para passarem nas paradas, além da superlotação do transporte coletivo.