Saúde

A expressão de sentimentos através da arte

Psicóloga da Casa Durval Paiva (CRP 17-3166) escreve sobre a importância da produção artística para criança e adolescente com câncer.

Por: Laíse Santos Cabral de Oliveira
22/01/2018

Foto: Divulgação
O surgimento do câncer ocasiona uma série de mudanças na vida da criança e do adolescente, seja mudança física ou alterações na rotina de vida. Delas podem surgir demandas emocionais que precisam ser avaliadas. Quando o diagnóstico é confirmado, pacientes e familiares vivenciam uma nova rotina cheia de cuidados, em busca da cura com os menores índices de sequelas e lesões, sejam físicas ou emocionais, como também, buscam o bem estar dos envolvidos.
 
Cada paciente vivencia a doença, o seu adoecer, de maneira única. Deve-se respeitar a singularidade de cada um, principalmente, quando o assunto é o adoecimento e as perdas. No caso de crianças, é comum que elas não consigam falar o que sentem, nem saber como podem controlar determinados sentimentos. Na maioria das vezes, elas sentem dificuldades de expressar suas emoções e em compreender o impacto que estas têm nas suas vidas, pois não são suficientemente desenvolvidas ao nível emocional, cognitivo e linguístico para isso.
 
Dentre as intervenções psicológicas possíveis no contexto do adoecimento, é possível estimular a expressão de sentimentos e emoções, seja de crianças, adolescentes e/ou adultos, através da arte terapia. Na Casa Durval Paiva existe desde 1999 um projeto coordenado pelo setor de Psicologia, denominado “Recanto Cultural”, que tem por objetivo principal despertar o interesse pela arte e cultura nas crianças e familiares assistidos pela instituição, além da comunidade local. Todos os meses, um artista é convidado para participar das atividades. O projeto é destinado a promover exposições fixas e itinerantes, apresentar obras, principalmente de artistas plásticos locais, bem como, promover oficinas de desenho e pintura com os pacientes.
 
Em meio aos diversos resultados alcançados a partir das oficinas do projeto, é perceptível que através da arte terapia os participantes têm um resgate da autoestima e autoconfiança, possibilitando um maior reconhecimento de si. Além disso, existe a promoção de um ambiente saudável, possível do psicólogo desenvolver um trabalho de socialização entre os pacientes e de estimulação da comunicação verbal e não verbal. Através da arte terapia, é possível estimular a criatividade e a expressão de ideias e emoções, bem como, a minimização da ansiedade e reequilíbrio da vida.
 
É importante deixar claro que o objetivo da oficina não é produzir um material bonito, mas sim estimular a criação, dando novos significados ao que é feito e a vida. A preocupação com a estética é o que menos importa. O processo de desenvolvimento da atividade é muito mais rico do que o produto final. A arte terapia utiliza a atividade artística como um recurso de intervenção profissional para promover a saúde e a qualidade de vida, sendo notório que é possível inserir na rotina de cuidado dos pacientes e de seus familiares, a estimulação da expressão de sentimentos e emoções através da arte, para buscar o melhor bem estar possível durante todo o processo de tratamento.