Opinião

Tiririca não renunciou, apenas não tentará reeleição. Mas, falemos sobre ele...

Jornalista analisa discurso de deputado federal e humorista hoje na Câmara e desconstrói alguns dos argumentos dele.

Por: Cefas Carvalho
06/12/2017

Foto: Congresso em Foco

O discurso de Tiririca é forte? É sim. Falou muitas verdades.

Mas, gente, ele não renunciou ao mandato. Ele continua deputado. Apenas disse que "não tentará reeleição e não quer mais saber de política". "Informo que cumprirei com minhas obrigações deste mandato até o final e não concorrerei a mais nenhum cargo público. Agradeço o respeito e a compreensão de todos", disse no Twitter (print na parte de comentários). Segue link da conta dele no Twitter https://twitter.com/tiriricanaweb
 
O que faz com que pelo menos 70% das matérias sobre ele até hora serem "barrigadas".
 
Mas, sobre ele...
 
Abusou da demagogia. Frases como "Olhar para o povo", "esquecer as brigas e os egos" não querem dizer nada.
 
Ah, e ele está há 8 anos no PR, partido cujo presidente nacional se encontra atualmente preso.
 
Como já lembraram, Tiririca votou a favor do golpe, votou a favor da PEC que congela o orçamento da área social por 20 anos. Votou a favor da entrega do pré-sal às multinacionais. Diz que sai com ‘vergonha’ da política. Mas quem conhece a Câmara sabe que nesses 7 anos não fez nada, ficava no canto do plenário sentado nas cadeiras de assessores tirando fotos e selfies? 
Tiririca está decepcionado com a política brasileira? Ok. Nós todos também estamos. Com ele inclusive. Que em 7 anos de mandato se limitou a um discurso bombástico. Dizer verdades não isenta as próprias contradições e hipocrisias.