Opinião

Oportunidade de refletir

Gerente de marketing do Shopping Cidade Jardim escreve sobre suas expectativas e impressões para 2018.

Por: Amélia Dutra
06/12/2017

Foto: Redação do PN
Então, 2018 está batendo em nossa porta. Como assim, 2017 acabou? 
 
Na corrida pela sobrevivência, passamos pelo ano e nem o percebemos, por isso que acho incrível este texto que diz “Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial”, porque este fato nos permite parar pelo menos planejar o ano que está por vir. Mas tão importante quanto, é avaliar o ano que passou, que temos a oportunidade de refletir sobre o que nos foi positivo e o que poderia ser diferente. 
 
É tempo de fazer o balanço. Anotar as perdas e ganhos é um exercício incrível, que faz com que a nossa análise fique mais concreta, clareia melhor as ideias e nos ajuda a olhar de modo diferente para os fatos”. Será que o ano que se foi, foi positivo? Consegui ouvi mais do que falar? Aprendi a conviver melhor? Consegui amar mais, principalmente a mim mesmo? Levei mais compreensão por onde passei? Trabalhei feliz? Plantei boas sementes? As minhas críticas foram sempre positivas? Fui mais otimista? Ajudei alguém a viver mais feliz? Reclamei mais que agradeci? Corri atrás dos meus objetivos? Fiz acontecer? 
 
Ainda que algumas respostas não sejam as ideais, sei que podemos sempre fazer melhor. E para 2018, qual será o nosso compromisso a vida? Vamos aproveitar este momento para deixar em 2017 tudo o que não nos serve mais, tudo que nos pesa.
 
2017 passou como um furação, e deixou nosso Brasil totalmente bagunçado, um verdadeiro caos, mas esta bagunça nos dá a oportunidade de renovar e mudar, afinal de contas, não conseguiremos arrumar se não desarrumar. Não vou me alongar falando de quanto foi e está sendo difícil vivermos este cenário político no nosso Brasil, mas acredito mesmo, que toda esta bagunça, faz parte de uma boa arrumação que estar por vir. Acredito que após descermos ao fundo do poço, os que sobreviverem em 2018 estarão fortalecidos.
 
Que tenhamos mais fé, mais generosidade, mais amor. Que Deus seja de fato o nosso Norte. Adeus ano velho, feliz ano novo!