Parnamirim

Parnamirim de muitos festivais

Presidente da Fundação Parnamirim de Cultura escreve sobre fato de Parnamirim viver três importantes festivais: o Festival Estudantil de Música Intérpretes do Brasil de Dentro, o Parnamirim em Cena – Mostra Teatro e o 2º TANZ – Festival de Dança.

Por: Haroldo Gomes
11/10/2017

Foto: Redação do PN
De setembro a novembro de 2017, a cidade de Parnamirim vive três importantes festivais: o Festival Estudantil de Música Intérpretes do Brasil de Dentro, o Parnamirim em Cena – Mostra Teatro e o 2º TANZ – Festival de Dança. Três atividades que não nascem por acaso e que se relacionam entre si no conjunto de práticas culturais da cidade.
 
Em primeiro lugar, é importante lembrar que a palavra “Festival” deriva do latim “festivus”, carregando a idéia de festa, festividade, celebração, encontro de fazedores de arte. Para não ser um evento isolado, o festival deve ser ponto de chegada e, também, de partida. Um fluxo. Nele, tudo em nós cria, faz, corta, torce, processa, produz… Nosso corpo se faz usina.
 
Pois bem. O Festival Estudantil de Música Intérpretes do Brasil de Dentro é um fluxo que traz em suas correntes o Concurso da Mais Bela Voz Estudantil, realizado há tantos anos em Parnamirim; que remonta à iniciativas ainda do saudoso Colégio Cenecista Augusto Severo. Este ano, quase 30 alunos/as, de escolas públicas municipais do 5º ao 9º ano, participaram do Festival na condição de intérpretes. Desde o momento de inscrição inicial nas próprias escolas, passando pela fase classificatória realizada no dia 28 de setembro até a final prevista para o dia 23 de outubro, no Cine Teatro Municipal. Esta iniciativa já derivou um Coral organizado na Secretaria Municipal de Educação e Cultura – SEMEC e é muito gratificante ver as crianças se apaixonando por músicas de compositores brasileiros não tão divulgadas pela grande mídia. Como não se emocionar com um grupo de crianças e adolescentes que aceitam o desafio de se encontrar com, e de interpretar, músicas de compositores que não estão no seu universo de convívio nem de conhecimento? Com suas descobertas, com seus medos, seus gaguejos e sua firmeza de ação? Sua alegria e solidariedade?
 
No 6 a 8 de outubro, a Fundação Parnamirim de Cultura promoveu o Parnamirim em Cena – Mostra Teatro. Quinze cenas inscritas: duas de Parnamirim, onze de Natal, uma de Caicó e uma de Recife. Não menos de trinta atores estiveram presentes durante os três dias e o festival foi concluído com uma roda de conversa muito produtiva com o professor Dr. Sávio Araújo, do Departamento de Artes da UFRN. Uma atividade que está muito relacionada com as iniciativas de formação em teatro, em curso no Teatro Municipal: o Laboratório da Cena e o Teatro de Natal de Antanho.
 
Entre 2 e 5 de novembro, a Fundação Parnamirim de Cultura promove o 2º TANZ Festival de Dança, no Cine Teatro Municipal. Na expectativa de receber cerca de 500 bailarin@s provenientes de diversas cidades nordestinas, o TANZ se relaciona com a experiencia de formação em ballet promovida por esta Fundação, que atende mais de trezentas meninas por semana. 
 
Os festivais têm a importância de fortalecer a cadeia de circulação e fruição cênica e musical; constituem-se em espaços de inovação e difusão de vanguardas artísticas; têm forte capacidade de formação de público e plateias; e  possuem impacto econômico na cadeia produtiva da cultura no município. Não eventuais, são processos que elastecem, capazes de provocar mudanças nas relações das pessoas consigo mesmo, com a natureza, com o próximo e, até, com o sagrado. Eles transformam vidas.