Saúde

Prefeitura de S. Gonçalo bate recorde de vacinação em cães e gatos contra raiva

As equipes da Vigilância em Saúde conseguiram imunizar 19.011 animais ao final do Dia D de Vacinação, ocorrido no último sábado (07).


10/10/2017

Foto: Júnior Santos
Com a meta de imunizar 80% dos cerca de 18 mil cães e gatos anteriormente estimados no município contra a raiva, a Prefeitura de São Gonçalo do Amarante conseguiu ultrapassar e muito essa meta, sendo um dos municípios com a melhor cobertura vacinal de todo o Rio Grande do Norte. As equipes da Vigilância em Saúde conseguiram imunizar 19.011 animais ao final do Dia D de Vacinação, ocorrido no último sábado (07).
 
Segundo o secretário de Saúde, Jalmir Simões, somente no dia D, foram vacinados mais de 7.500 animais nos postos de vacinação espalhados pela cidade. Iniciada no dia 23 de julho, a Campanha tinha vacinado até a véspera do Dia D mais de 11 mil cães e gatos. A zona rural foi trabalhada primeiro e no sábado concluíram os pontos estratégicos da zona urbana. Além dos postos nas Unidades Básicas de Saúde, a campanha conta com a parceria de diversas casas de rações de animais da cidade.
 
O gestor observa, contudo, que se tutores de cães e gatos ainda não tiverem imunizado seus bichinhos, ainda o podem fazer, agendando visita no prédio da Vigilância em Saúde através do telefone 3278-3470. “Temos 30 dias em aberto pra completar a Campanha. E ainda pode ter mais animais não vacinados, porque a população de cães e gatos cresceu acima da expectativa”, enfatiza.
 
A SMS notificou dois animais suspeitos de raiva no município, tendo adotado todos os procedimentos recomendados. Por isso, todo cuidado é necessário para evitar a proliferação dessa doença, que é causada por um vírus que acomete mamíferos, como cães e gatos, dentre outros, e também pode ser transmitida ao homem por meio de mordidas, arranhões, unhadas ou lambidas de animais contaminados.
 
Para a vacinação, recomenda-se que os cães estejam contidos por corrente ou guia. Os gatos devem estar em gaiolas ou enrolados em mantas e sacos. Depois de vacinados, os animais não devem ser submetidos a esforços físicos. As cadelas e gatas prenhas também devem tomar a vacina.