Aos 42 anos, morre de infarto campeão paraolímpico potiguar de halterofilismo

28/01/2016


Foto: divulgação
O Rio Grande do Norte perdeu nesta quinta-feira (28) um dos maiores atletas paralímpicos do Estado. O ex-policial militar Joseano Felipe, de 42 anos, morreu esta manhã vítima de um ataque cardíaco.
 
Segundo informações da família, Joseano começou a sentir dores na noite dessa quarta-feira (27), mas se negou a ir para o hospital, alegando que o problema estaria sendo causado por algum alimento que ele havia comido. Entretanto, esta manhã ele sofreu o ataque e não resistiu.
 
No último sábado (23), Joseano havia conquistado o título na categoria até 107 kg da Copa do Mundo de halterofilismo paraolímpico. O evento foi disputado na Arena Carioca 1, no Parque Olímpico da Barra, no Rio de Janeiro. O resultado garantiu para ele uma vaga nos Jogos Paralímpicos de 2016.
 
Joseano tinha ficado paraplégico no dia 4 de novembro de 2000, quando era policial do Bope (Batalhão de Operações Especiais) e participava de uma ação durante uma tentativa de fuga na penitenciária de Alcaçuz, em Nísia Floresta-RN.
 
Durante troca de tiros com bandidos, Joseano, que estava na Corporação há menos de dois anos, foi atingido por uma bala na coluna e acabou perdendo definitivamente o movimento das pernas. Desde então, o ex-policial utilizava uma cadeira de rodas.
 
O horário de enterro e velório ainda não foi divulgado.

Fonte: Redação PN