Jovem empresário de São Gonçalo desenvolve projeto sustentável para a pecuária

25/01/2016


Foto: Divulgação
É na fazenda Nova Califórnia, Zona Rural de São Gonçalo do Amarante/RN, que é desenvolvido um projeto inovador de criação de gado de forma ecologicamente correta. O modelo foi implantado pelo jovem engenheiro agrônomo Eduardo de Paula (Duda). Depois de dois anos sendo testado, o projeto sustentável, denominado PERENE (Pecuária de Resultado Nordeste), foi apresentado ao prefeito municipal Jaime Calado, membros da imprensa são-gonçalense, os secretários municipais Leonardo Medeiros (Desenvolvimento Econômico), Paulo Emídio (Habitação), Ledson França e Marília Costa, secretário e subsecretária de Comunicação, além da vereadora Rayure Protásio.
 
De acordo com Eduardo, o cuidado ao meio ambiente começou a partir da preservação das nascentes existentes na fazenda, chamadas de olheiros, mantendo a mata ciliar e evitando a interferência do homem ou dos animais. Ao analisar a boa qualidade da água decidiu-se implantar um sistema canalizado de distribuição que abastece a casa e mata a sede do gado. O investimento teve o custo de R$ 10 mil. Se fosse cavar um poço o gasto médio seria em torno de R$ 30 mil, só aí a economia á foi de R$ 20 mil. As duas fontes de água produzem 10 mil litros/hora. Sem necessitar bombear água o criador economiza mais cerca de R$ 25 mil por ano, só com energia elétrica.
 
Na fazenda não é necessário tratamento de água, pois como não há contaminação do volume consumido pelo gato as fontes naturais tornam-se renováveis. O processo de criação das 250 cabeças de gado é intensivo, ou seja, tem o objetivo de produzir mais, utilizando menos espaço e com mais qualidade. Ao assumir os negócios da fazenda, que é familiar, Eduardo alterou o “lay out” das pastagens, dividindo em áreas estratégicas, incluindo aguadas em cantos específicos e próximos aos locais de alimentação, evitando assim que o gado não se desloque mais de 300 metros entre os dois pontos.
 
“Estes são detalhes importantes que garantem a qualidade dos animais na criação, já que não temos reprodução na fazenda, importamos o gado da região mesmo e aqui trabalhamos o gado para corte. Nesse processo de criação e engorda é fundamental ter água de boa qualidade. A suplementação e o cuidado com as vacinas são outros fatores que contam muito para produtividade”, enfatizou Eduardo.  
 
Testado o modelo de pecuária de resultados o objetivo agora é difundir o conhecimento e incentivar outros empresários do município. A prefeitura municipal e os membros da Fazenda Nova Califórnia estudam a possibilidade de levar grupos de estudantes, produtores e interessados para visitar, conhecer o projeto e fazer uma troca de experiências e conhecimento.
 
“Fomos convidados a vir aqui hoje para conhecer esse projeto de pecuária sustentável no nosso município. Eduardo teve a coragem de implantar mecanismos gerenciais, modernos que preserva o meio ambiente e dá lucro. O desenvolvimento sustentável que tanto se fala estamos vendo aqui no nosso município. É importante que a população saiba que aqui tem empresários que estão fazendo o que outros países desejam; o projeto sustentável. É importante que outros empresários vejam que isso é possível e que já oferece resultado”, finalizou Jaime Calado.

Fonte: Divulgação