Muricy Ramalho deixa o comando técnico do São Paulo

07/04/2015


Foto: O ex-técnico do São Paulo, Muricy Ramalho (Folhapress)
Muricy Ramalho acertou nesta segunda-feira (6) sua saída do São Paulo FC. Em declarações divulgadas pela sua assessoria de imprensa, o técnico confirmou que deixa o clube por motivos médicos.
 
"O presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, o vice-presidente de Futebol, Ataíde Gil Guerreiro, e eu nos reunimos agora à tarde e decidimos pela minha saída do clube. Estou com problemas de saúde, devo fazer uma cirurgia na próxima semana e preciso desse tempo que o São Paulo não tem no momento. Quero agradecer ao presidente, aos jogadores, os funcionários do clube, os meus companheiros de comissão técnica e, principalmente, aos torcedores que entendem esse meu momento. Preciso nesse momento dos devidos cuidados com a minha saúde. Não é um adeus, é um até breve pela relação que tenho com o São Paulo Futebol Clube. Desejo muito sorte a todos", afirmou Muricy Ramalho.
 
O técnico vinha sofrendo uma pressão no clube pela falta de resultados. O São Paulo está na segunda colocação do grupo 2 na Copa Libertadores. No Paulista, o time está classificado para as quartas de final do torneio. No último domingo, porém, a equipe foi derrotada pelo Botafogo de Ribeirão Preto por 2 a 0.
 
No último dia 26 de março, um dia após o time perder de 3 a 0 para o Palmeiras, Muricy entregou o cargo, mas a diretoria não aceitou e o manteve no comando do time.
 
A passagem encerrada nesta segunda-feira foi a terceira do técnico no clube. Muricy já havia comandado a equipe na década de 1990 e também de 2006 a 2009. A última passagem do técnico no tricolor começou em setembro de 2013. Em pouco mais de um ano e meio à frente do time, o técnico não conquistou nenhum título.