Lutador potiguar fecha 2014 entre os preferidos dos brasileiros

30/12/2014


Detentor do cinturão dos pesos-pena do Bellator, o potiguar Patrício Pitbull segue se preparando para a primeira defesa do cinturão, marcada para o dia 16 de janeiro de 2015, na cidade de Temecula, na Califórnia-EUA, contra Daniel Straus. O camp do lutador está sendo feito por completo em Natal, mais precisamente na academia Pitbull Brothers. 
 
A semana do norte-rio-grandense começou com duas ótimas notícias quando se trata de reconhecimento. A primeira foi a escolha da luta que lhe rendeu o título contra Pat Curran como a melhor do ano. Os leitores puderam votar no site da revista Tatame - a mais lidas do gênero - e os mais de 2.174 cliques deram-lhe o primeiro lugar com 54%, superando embates como José Aldo x Chad Mendes (33%), Jon Jones x Glover Teixeira (1%) e até a primeira luta entre Johny Hendricks x Robbie Lawler (3%).
 
“Fiquei muito contente em saber que o público elegeu a minha luta contra Curran a melhor do ano. Dei tudo de mim naquele confronto, foi uma grande superação estar lá naquele dia. Não tenho como não ficar agradecido”, declarou Patrício.  
 
A outra foi a afirmativa na capa da revista Tatame, que o apontou como o melhor lutador do mundo ao lado de José Aldo, do UFC.
 
“É o reconhecimento do meu trabalho e de tudo que fiz pra chegar até aqui. Quero fazer história neste esporte e o que vem acontecendo mostra que estou no caminho certo”, disse.
 
As boas notícias só dão mais gás ao atleta potiguar que segue se preparando para o retorno ao cage do Bellator, marcado para o início de 2015 contra Daniel Strauss. O duelo será uma revanche, já que os dois se encontraram pela primeira vez em março de 2011. Na ocasião, o brasileiro saiu com o braço erguido por decisão unânime dos juízes. Patrício Pitbull, de 27 anos, vem em uma sequência de cinco vitórias seguidas, a última delas sobre o então campeão Pat Curran, por decisão unânime, em setembro de 2014. No total, soma 22 triunfos e duas derrotas na carreira. Já Daniel Straus, de 30 anos, vem de resultado positivo sobre Justin Wilcox, por nocaute técnico, em outubro de 2014. Ao todo, possui 22 vitórias e cinco reveses no cartel.