José Vieira, presidente da FAERN-SENAR, fala ao PN

22/12/2013

Por: José Pinto Jr.
Em entrevista ao jornalista José Pinto Junior para o programa Coenxão Potiguar, o presidente da Faern-Senar José Álvares Vieira falou sobre as entidades e suas funções. Confira:
 
Qual a diferença entre o SENAR e a FAERN?
A Federação da Agricultura (FAERN) é uma entidade sindical, a nossa luta, o nosso objetivo é defender os interesses e direitos de todos os produtores rurais, independente do seu tamanho, no estado do Rio Grande do Norte. O SENAR é o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, que faz parte do sistema S, é uma entidade privada, cujos recursos vem  da agro-indústria e também das contribuições dos produtores rurais. Todos os cursos do SENAR são gratuitos.
 
Quais foram as principais ações do SENAR nesse ano de 2013?
Fizemos várias ações, ampliamos a parte de qualificação rural, estamos ofertando, na parte de formação profissional rural, 7 mil cursos, e entre eles estão os cursos do Pronatec. Atuamos fortemente na parte da promoção social, com uma média de 3 mil ações nessa área. E temos outros cursos especiais, como o Negócio Certo Rural, com ações voltadas ao produtor rural, temos o programa Bem Viver, que coloca em pauta questões relativas à prevenção da saúde, buscando sensibilizar os governos com relação à saúde do homem do campo e seus familiares.
 
Quais as principais ações da FAERN nesse ano de 2013?
Sofremos muito com a seca durante o ano de 2013, ainda assim levamos várias sugestões ao governo do estado e ao governo federal, inclusive entregamos um documento nas mãos da presidenta Dilma, mas o sofrimento tem sido árduo e o que falta é vontade política. Seguimos sem assistência técnica, nosso endividamento rural não foi resolvido de uma forma definitiva, estamos mostrando cada vez mais que a agricultura que é viável no Rio Grande do Norte é a agricultura irrigada, então nós precisamos explorar cada vez mais as áreas de irrigação. Estamos trabalhando firmemente, mas ainda temos muito o que avançar.
 
E quais as metas para 2014 do Sistema FAERN e SENAR?
Nós estamos dobrando os cursos do SENAR, e com isso almejamos atingir 15 mil qualificações ao final de 2014, iremos trabalhar o programa Sertão Empreendedor, onde seremos parceiros do produtor rural na parte de assistência técnica, também temos em torno de um milhão e meio de reais em emendas parlamentares. Acredito que a palavra de 2014 será recuperação.
 
Muito se fala sobre a energia do sol, que é uma energia limpa. Esse pode ser um caminho para os produtores rurais como mais uma fonte de recurso?
Levamos à Assembléia um projeto com a ideia de que um determinado percentual dessa energia eólica que está sendo produzida seja destinada a produção de alimentos, com um preço menor, para poder cada vez mais viabilizar nosso pequeno produtor.
 
O que te faz acreditar que 2014 será um ano melhor?
Produtor rural, por natureza, tem essa vocação de sempre acreditar que o ano seguinte será melhor que anterior. Essas ações do SENAR, da FAERN, me fazem ter a certeza que vamos colher bons frutos em 2014, graças ao empenho, trabalho e dedicação de todo o setor agropecuário, que mais uma vez vai dar um show de produção, não só no Rio Grande do Norte, mas em todo o Brasil.

Fonte: Potiguar Notícias