Renisse Ordine

12/12/2019
 
 
Los Jaivas e sua musicalidade poética com Pablo Neruda 
 
 
Há 36 anos, a banda chilena Los Jaivas marcou a história da música em toda a América Latina, com o lançamento do histórico álbum “Las alturas de Machu Picchu”, lançado em 1981 e que está em segundo lugar em uma pesquisa realizada pela revista Rolling Stones, sobre os cinquenta discos mais importantes do Chile. 
 
A época, para divulgar o lançamento do álbum, a parceria entre os produtores Daniel Camino, Fernando Manns e a Televisão da Universidade Católica do Chile, produziram um documentário na cidade perdida dos Incas, Machu Picchu, com a apresentação especial do escritor, Mario Vargas Llosa. 
 
Este álbum é o mais popular da vasta discografia da banda, que iniciou a carreira em 1963, em Viña del Mar, composta originalmente por cinco integrantes: os irmãos Gabriel, Eduardo e Claudio Parra, Eduardo “Gato” Alquinta e Mario Mutis. Construíram uma carreira de mais de cinquenta anos, sem descanso. E ainda continuam ativos apesar da morte dos antigos integrantes Gabriel Parra e Eduardo Alquinta, a banda adicionou outros membros e hoje está com seis integrantes, sendo que Claudio Parra ainda permanece. 
 
A ideia do álbum em homenagem a Pablo Neruda surgiu do produtor Daniel Camino, que persistiu na ideia com os integrantes, que no começo não foram totalmente adeptos, pois já tinham um outro projeto em andamento, dedicado a Violeta Parra.  O poema escolhido para ganhar uma musicalidade com fusões latino-americanas, estilo que caracteriza o grupo, foi “Alturas de Machu Picchu” e teve a participação de Mercedes Sousa e Chabuca Granda. 
 
O poema “Alturas de Machu Picchu” está no livro “ Cantos Gerais” publicado em 1950, composto por doze poemas, que descrevem as ruinas do local e os povos indígenas que ali viveram e fizeram toda a história, tornando-se uma identidade de toda a nossa América Latina. Foram escolhidos os versos de Del Aire Al Aire, La poderosa muerte, Amor Americano,  Aguila Sideral, Antigua America e Sube a nacer comigo hermano e Final. 
 
Tanto o álbum quanto o vídeo é  de grande valor para todos os latino-americanos que ainda não tem conhecimento sobre os seus antepassados e para aqueles que amam a sua história. Macchu Picchu é Patrimônio da Unesco e é uma das sete maravilhas do mundo.