Andrezza Tavares

25/08/2019
 
 Educação, Identidade Planetária e o Bioma  Amazônia 
 
Por Andrezza Tavares
 
 
     Viver numa sociedade de consumo significa produzir, adquirir, consumir e descartar produtos de forma desenfreada. O consumo excessivo e os desperdícios geram problemas ambientais. O consumo exacerbado de bens materiais vem promovendo alterações ambientais, físicas e biológicas ao longo do tempo, modificando paisagens, contaminando o solo e lençóis freáticos.
 
    Segundo a cultura do consumismo, o homem para estar incluído na sociedade atual precisa ser consumidor. O consumo deixou de ser mero resultado de produção e passou a ter o poder de status social de acordo com os produtos que se consomem. 
 
    A escola crítica por valorizar o enxergar lúcido das contradições da realidade possibilita a fuga segura das dilacerações ambientais e culturais que tem sido praticadas pela humanidade. A pedagogia crítica é uma concepção central que concorre para a formação cidadã por estimular a relação direta entre a formação do aluno e a sua experiência vivida. É  por meio dos conteúdos dialogados nos espaços de educação cidadã que se dá a "ruptura" em relação à experiência pouco elaborada e vulgar. 
 
   Diante dessas constatações, parabenizamos os professores mediadores de ensino de história do IFRN que ao praticarem formação cidadã obtiveram um excelente índice no desempenho das olimpídas nacionais de história em 2019, demonstrando o poder da escola crítica. 
   
   Inspirados nas práxis desses professores do IFRN, sinalizamos que o cenário atual impõe aos diferentes sujeitos educadores, independentimente de suas área de profissão, que dialogem sobre a Amazônia, sobre os ecossistemas ambientais e culturais que estão em violenta degradação em função da lógica consumista, das lacunas éticas e morais que se instauram na atividade mental e operacional dos seres humanos. O tempo presente nos aponta para a necessidade de pensar criticamente o papel social da educação e as transformações na sociedade globalizada, tendo em vista a conscientização dos indivíduos e a sua identidade planetária.