Ananda Carvalho

15/08/2019
 
Rei leão
 
Assisti essa semana a nova versão de `Rei Leão`, que eu chamo de live-action, mas vi em algumas matérias chamando de  “animação fotorealista” (sendo considerada até a mais lucrativa da história já que faturou mais que Frozen), ou seja, simula o mundo real com computação gráfic. 
 
Há algumas discussões na internet sobre, muitas não chegando a uma conclusão exata, mas como o conceito de live-action, principalmente com a computação gráfica se expandindo, se expandiu junto, e cada vez mais filmes utilizando cenários e personagens completamente feitos com computação gráfica.
 
Na minha opinião é considerado um live-action, mas é algo que vale uma pesquisa.
 
Claro que quem foi ver o filme, principalmente quem cresceu vendo a animação clássica, estava animadíssimo principalmente em relação às músicas e as cenas que marcaram a vida de tantas crianças.
 
Nisso o filme, para mim pelo menos, está de parabéns, já que as cenas novas foram muito boas, e levando em conta que o filme tem cerca de meia a hora a mais que a animação clássica, era claro que algumas cenas e alguns personagens seriam mais explorados. Uma curiosidade que eu achei bem interessante é que todos os dubladores originais dos leões foram atores com ascendência africana. 
 
Pra quem for muito saudosista e acha que não vai gostar por não ser exatamente igual à animação que era acostumado. É uma pena, pois o filme é muito bonito, uma homenagem completamente a altura da bela animação dos anos 90.