Claudino Leite

10/07/2018

PARE E PENSE...
“Com as lágrimas do tempo e a cal do meu dia eu fiz o cimento da minha poesia” (Vinicius de Moraes (Poeta, dramaturgo e jornalista brasileiro).

As novas gerações emergentes desconhecem que, outrora os políticos, na melhor das intenções, ignoravam a importância da força dos evangélicos. Frequentemente, ocorria até fato pior: as maledicências e inverdades quando partia do clero execravam os “protestantes”, apontando-os como inimigos. Praticantes do charlatanismo e exploradores da ingenuidade dos humildes acontecia em tempos passados. No século XXI,quando somos parcela marcante da sociedade brasileira, os políticos deixaram de nos ignorar. Pelo contrário, passaram a assediar alguns pastores, procurando corrompê-los de todas as formas. E, lamentavelmente, muitos cedem às tentações. Por exemplo, trocam favores por votos, como se essa praticidade não atentasse flagrantemente contra a ética.  À luz do Direito isso constitui crime. Por vezes, os crentes se recusam a compor “currais eleitorais”. De modo que, candidatos evangélicos derrotados, ao se aperceberem do fracasso das urnas, reagem de maneira antiética, contrariando os ensinamentos bíblicos e doutrinários. O fato ocorre entre eleitores evangélicos e candidatos derrotados. A comunidade cristã, ignorada, ofendida, humilhada e perseguida, sem dúvida, passa a ser uma legião de votantes disputadíssimo, adquiridos a peso de ouro. A maldade se propaga comprometendo a vitalidade espiritual da unidade órganofuncional das igrejas cristãs, lembrando uma enfermidade insidiosa e progressiva. Infelizmente, há evangélicos que só votam se seu apoio for comercializado. O valioso direito de influir na escolha de seus governantes do país é tolhido; perde-se a dignidade, nivelando-se aos inescrupulosos balcões de negócio. As igrejas evangélicas poderiam até promover campanha contra essas insuportáveis distorções. A maioria do segmento evangélico não pactua com os responsáveis por esse quadro, não merecem ser confundida com os maus exemplos. Louve-se que mesmo fora da Seara Evangélica “latu senso” existem eleitores éticos e conscientes, que pautam suas vidas dentro dos preceitos cristãos. Alguém diria, contraditório? Portanto, esperamos que o nosso grito aqui consignado acorde aqueles que estão adormecidos em berço esplêndido. Assim, teremos um feliz amanhecer.

FELICIANO AMARAL, NA ETERNIDADE
Morreu na manhã de sábado, dia 7 de julho último, o pastor batista e cantor sacro, Feliciano Amaral, aos 97 anos, conhecido em todo o Brasil e exterior. Feliciano estava internado desde o início de maio, no Hospital das Clínicas de Porto Velho (RO), quando foi diagnosticado com um caso grave de pneumonia.  A notícia do seu falecimento foi divulgada no instagram do cantor gospel Mattos Nascimento, que postou uma mensagem em homenagem ao amigo: “Hoje dormiu no Senhor esse homem de Deus, Feliciano Amaral. Sempre Deus o usou pra minha vida, nos encontraremos nos céus. Que Deus conforte a sua esposa Rubenita, além dos seus familiares.
IPEM É ATUANTE
O Instituto de Pesos e Medidas do Estado (IPEM) comemora as conquistas inéditas de sucesso na gestão lúcida e desembaraçada de Cyrus Benavides. Desde que Benavides assumiu a autarquia em agosto de 2015, o órgão possuía 1 milhão de reais de dívidas. Hoje, o órgão encontra-se com todas as dívidas sanadas e com um investimento jamais visto. Na atual administração, também foram adquiridos imóveis, veículos, 400 mil reais em equipamentos para fiscalização metrológica, valorização dos servidores da casa, além da criação de laboratórios nas cidades de Natal e Mossoró, região Oeste do Estado.

A COPA BRASILEIRA
Acabou a Copa do Mundo para este país amado e idolatrado. O seu legado está no cartório. No futuro não muito distante, alguns aspectos dele, talvez, os principais, sejam levados a público. Aguardem! Por enquanto, no funeral da seleção de Tite, vale o choro de um bebê inconsolável pelo perda do exa, que não veio. O sonho terminou. Lá se foi a ilusão, Bélgica 2 X 1 Brasil. Agora o triste retorno. Mas, na verdade, quase a totalidade dos jogadores da seleção atua e mora na Europa. Voltarão, sim, os milhares de torcedores brasileiros que foram até Moscou e arredores distantes, passagens, hospedagens pagas em até 24 prestações, somando a metade do tempo da próxima Copa, em Catar (Oriente Médio). Restam quatros seleções na disputa todas da Europa: Bélgica, Croácia, Inglaterra e França. As demais que disputavam a maior festa de futebol do mundo pegaram o beco. Pois é, agora só restam as emoções de Brasília sem Galvão Bueno.

PAPA CONSOLA OS BRASILEIROS
Sempre cordial, o papa Francisco aproveitou no dia 8 de julho, na saudação do Angelus para consolar os brasileiros que estavam na Praça de São Pedro, no Vaticano, por causa da eliminação do Brasil na Copa da Rússia.“Vejo bandeiras brasileiras… saúdo os brasileiros e coragem! Será da próxima vez! Desejo a todos um bom domingo. Por favor, não se esqueçam de rezar por mim. Bom almoço e até logo.” O sumo pontífice já admitiu ser fã de futebol e torce para o San Lorenzo de Almagro, time de Buenos Aires (Argentina).

A SUPREMA LIÇÃO
No dia 25 de junho de 1980 completei mais uma primavera. Recebera naquela data o melhor presente de dona Maria José dos Santos Leite, minha querida mãe, de saudosa memória, um exemplar da Bíblia Sagrada. Fiquei emocionado quando li sua dedicatória escrita do seu próprio punho nas primeiras páginas do Santo Livro. Mas, guardo com muito zelo o belo exemplar entre os livros da minha singela biblioteca, hoje, com as páginas amarelas por causa do tempo que se foi. A dedicatória comovente escrita por mamãe dizia assim: “Claudininho, meu caçula querido, hoje estás colhendo mais uma flor no jardim de tua preciosa existência. Por este motivo, com todo meu afeto ofereço-te a Santa Bíblia, a palavra de Deus, a qual te guiará à viagem para eternidade onde encontrarás Jesus Cristo, o Salvador, quando o verás face a face como Ele é”. “E estas palavras que hoje te ordeno, estarão no teu coração; tu as intimarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te” (Deuteronômio 6.6-7).  Salve 25 de junho de 1980! Abraço. Maria Leite.     

MARQUETEIRA ESPECIALIZADA
Ao retornar do Miami (Estados Unidos), onde realizou um curso de especialização, a publicitária, Julliyana Coelho Xavier França, pretende fazer uma estratégia de marketing, aplicando uma metodologia moderna, que envolva a mídia e as redes sociais, com o propósito de atingir o público-alvo do comércio ou de empresa para incentivá-la, atraindo à compra pelo consumidor, além de ficar atenta nas tendências culturais e o comportamento da sociedade, a fim de que os anúncios gerem identificação.

O DINHEIRO COMPRA TUDO?
”Ele pode comprar uma casa, mas não um lar;
Ele pode comprar uma cama, mas não o sono;
Ele pode comprar um relógio, mas não o tempo;
Ele pode comprar um livro, mas não o conhecimento;
Ele pode comprar um título, mas não o respeito;
Ele pode comprar um médico, mas não a saúde;
Ele pode comprar o sangue, mas não a vida;
Ele pode comprar o sexo, mas não o amor. “
O dinheiro não tem pátria,
Enfim, sendo mal usado é a raiz de todos os males.

O QUE DIZ O JORNAL BELGA?
Depois que a seleção da Bélgica eliminou o Brasil da Copa do Mundo na sexta-feira, 6 de julho, o jornal belga De Standaard confrontou o cristianismo, que é a religião seguida pela maioria dos jogadores brasileiros. A primeira página do jornal apresentou as cores da bandeira da Bélgica, com o Neymar lamentando ajoelhado e a manchete: “diabos venceram Deus”. A frase faz referência ao mascote belga, Red, que é um demônio apelidado de Cramunhãozinho.
Embora a Bélgica esteja aproveitando a vitória sobre o Brasil para zombar da fé cristã, precisa conquistar cinco títulos mundiais para alcançar o país no torneio. Enquanto isso, jogadores brasileiros têm buscado forças em Deus para superar o sentimento de derrota.




CRIVELA E RELIGIÃO
Na campanha bispo Marcelo Crivella disse que não misturaria política com religião. A promessa não resistiu a um e meio de governo. O bispo engoliu o prefeito, que passou a usar o cargo para oferecer facilidades aos irmãos de fé. Crivella já havia cortado incentivos a eventos como a Parada Gay e a procissão de Iemanjá. Na quarta-feira, escancarou o jogo ao reunir cerca de 250 pastores evangélicos no Palácio da Cidade. “Vamos aproveitar esse tempo em que nós estamos na prefeitura para arrumar nossas igrejas”, disse, em discurso gravado pelo jornal O GLOBO. Num município em que milhares de pacientes esperam cirurgias, o prefeito do Rio de Janeiro ofereceu um atalho para os pastores furarem as filas nos hospitais.

MARQUETEIROS DEFINIDOS
Começa a se desenhar o quadro de comunicação da campanha eleitoral majoritária no Estado. Pré-candidato à reeleição, o governador Robinson Faria (PSD) fechou com o jornalista e publicitário João Maria Medeiros, o mesmo que fez sua campanha em 2014. Por outro lado, o ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT), fechou com o publicitário Alexandre Macedo, o mesmo que fez sua campanha de reeleição em 2016. Já a senadora Fátima Bezerra (PT), também pré-candidata ao Governo, tem conversado com marqueteiros de fora, que atuam em campanhas do partido.

TROCA-TROCA
Com a chegada do período eleitoral, um vendaval toma conta do jornalismo do Rio Grande do Norte. O troca-troca é grande.Já começou a dança das cadeiras. Quem será que vai fazer a campanha de quem?

REEMBOLSO POLPUDO
Além dos salários polpudos de R$33,7 mil, os 513 deputados e 81 senadores fecharam o primeiro semestre com reembolsos de R$102,3 milhões por meio da Cota para Exercício da Atividade Parlamentar. De acordo com regras criadas pelos próprios políticos, eles têm direito a ressarcimento de até R$ 45 mil todos os meses para gastos com propaganda pessoal, almoços e jantares em restaurantes, bares, combustível e aluguel.

PLANOS DELITUOSOS
Faz sucesso a frase do jornalista e escritor Ruy Castro, “meme” nas redes sociais: “Idoso tem direito a andar de graça em ônibus, pagar meia-entrada em teatro e o dobro do preço no plano de saúde”.