Cefas Carvalho

13/11/2017
Depois de uns debates em grupos de discussão e ver uns haters na página de Pablo Villaça e no Catraca Livre, fui conferir o perfil de 8 deles (a esmo, nenhum conhecido meu). Como são, o que postam, o que pensam, o que fazem. 
 
Dos 8 - e não são fakes, são pessoas reais - nada menos que 6 tem na foto de capa algo contra o Comunismo, contra Lula, contra a Esquerda ou antifeminista. Dos 8, quatro nos últimos 10 posts o fizeram apenas contra algo, alguém ou alguma ideia (PT, Lula, feministas, Cuba, feministas etc).
 
Do ponto de vista ideológico-jornalista-cidadão, a ideia é combater esse pessoal e quando necessário acioná-lo judicialmente.
 
Do ponto de vista da investigação humana fica a pergunta: como esse pessoal consegue viver com tanto ódio? Em que momento isso tudo nasceu e cresceu dentro deles? O que fazem nos momentos em que não estão destilando ódios na internet, geralmente em portais e justamente nas páginas de quem eles destestam?
 
Por ora, pergunta sem resposta.
 
E resta saber aonde este ódio todo vai nos levar. E onde levará quem o pratica e o destilas nas redes sociais.